segunda-feira, 26 de Março de 2012

Rinoplastia

Rinoplastia:


rinoplastia é a cirurgia plástica do nariz. A cirurgia plástica do nariz é uma das mais famosas e executadas no Brasil e em Portugal. A medicina adota métodos mais seguros para aperfeiçoar as formas do nariz e aumentar a satisfação dos pacientes através da rinoplastia.
Apesar dos avanços e aperfeiçoamento da técnica da rinoplastia muitas operações tem de ser refeitas e retocadas passado alguns anos. Passar por mais de uma cirurgia plástica para modificar o nariz é bem mais comum do que se imagina. A cada dez pessoas, quatro fazem uma nova operaçao para efetuar retoques ou corrigir falhas surgidas depois da primeira intervenção.
A estimativa ganha maior peso considerando que a cirurgia plástica do nariz foi a terceira mais procurada no Brasil no ano passado. Um dos principais motivos da volta à cirurgia plástica ao nariz são irregularidades no contorno ou no desvio, nem que seja milimétrico, para um dos lados. Como está no centro da face, o que acontece com o nariz provoca grande impacto na imagem da pessoa. Por isso é preciso pensar bem antes de fazer uma rinoplastia.
Mais uma fonte de conflitos pós-cirúrgicos é o surgimento de dificuldades respiratórias. Pode acontecer, por exemplo, quando tecidos do interior do nariz aderem uns aos outros. Mas há varias outras razões.
Após a cirurgia, a força da cicatrizaçãio e a respiração tendem a puxar para dentro os tecidos afetando o formato e afurição do nariz. No mesmo período a cartila gem do nariz que foi mexida também pode ceder além do esperado. Em certos consultórios de cirurgia plástica metade das rinoplastias se destina à recuperação de narizes avariados por fora e por dentro em cirurgias plásticas as anteriores. O conserto reforça os alicerces antes de dar início à modelagem externa do nariz. A técnica que se tem tornado uma opção segura nos últimos anos, é feita com a introdução de vigas de sustentação da estrutura nasal.
Elas são construídas com cartilagens (tiradas do septo do nariz ou de outras partes do corpo do próprio paciente, como costelas e orelhas) e uma delicada reconstrução dos ligamentos no final da cirurgia plástica. Isso fortalece as estruturas e pode dar resultados mais previsíveis e consistentes.
Procedimentos menos complicados do que a riniplastia são os preenchimentos (injecções locais de substâncias para suavizar marcas de expressão e acertar o contorno do nariz) também podem levar a complicações.
A mais constante delas é a formação de irregularidades na superfície nasal por causa do uso de compostos que o organismo não reabsorve. Infelizmente há quem prefira materiais mais duradouros, como o metacrilato, acreditando que será uma vantagem. Nao é. A opção mais segura é aplicar apenas substâncias absorvidas pelo corpo como o ácido hialurônico, injetando esta substáncia em pontos rigorosamente calculados entre o nariz e o lábio para levantar discretamente a ponta do nariz.
Assim o paciente fica com um efeito discreto que pode durar um ano. A promessa normal é de que o efeito dure entre um e dois anos.
Além dos esforços para reduzir os contratempos da delicada cirurgia plástica de nariz os pesquisadores procuram entender o que poderia explicar tanta preocupação com esta parte da face. Depois de monitorar o cérebro de voluntários com exames de imagem, cientistas descobriram que é exatamente para o nariz da outra pessoa que os nossos olhos convergem quando contemplamos o rosto de alguém. Antes, pensava-se que víamos primeiro os olhos.

Motivos para refazer a Rinoplastia

O nariz ficou torto, pequeno demais, com curvatura excessiva no dorso ou com a ponta caida.
Aparecimento ou manutenção de problemas respiratórios.
Sequelas de uso de preenchedores não reabsorviveis pelo corpo como o metacrilato na bioplastia nasal.
Insatisfação com o resultado devido a um transtorno psicologico com a propia imagem.

Prevenir Erros na Rinoplastia

Não é recomendável fazer a cirurgia plástica quando o medico e o paciente tem espectatives diferentes dos resultados da rinoplastia. Converse com o cirurgião plástico até chegar a um acordo entre o que você quer e o que ele realmente pode fazer.
Optar por especialistas treinados para fazer a rinoplastia com técnicas modernas e apropriadas ao seu caso.
Se for fazer preenchimento deve optar por substancias que o organismo reabsorva depois de algum tempo, como o ácido hialuronico.

Como a Rinoplastia deve ser Estruturada

Em vez de simplesmente cortar os ligamentos e as cartilagens para diminuir o nariz, como faz a operação mais antiga, as técnicas novas reforçam a estrutura interna com vigas de cartilagem tiradas do proprio paciente (da orelha, ou costela, por exemplo) e recontroi os ligamentos entre as cartilagens no final da cirurgia plástica do nariz. Caso tenha dúvidas em relação à rinoplastia não hesite em deixar um comentário abaixo.
(Transcrito do site: http://clinicadecirurgiaplastica.com/rinoplastia/#more-23 onde foi publicado pelo Dr. Axel Grund)



Video explanativo sobre rinoplastia:
http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=YaIBk--C6A8

Video com o relato na primeira pessoa que beneficiou de uma rinoplastia:
http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=oqCWm335OU0

terça-feira, 27 de Setembro de 2011



MAMOPLASTIA DE AUMENTO
Video explanativo: http://www.youtube.com/watch?v=IcIAn2Nr7rc

Durante a vida da mulher, as mamas sofrem certas modificações que alteram seu volume, forma, posição e também a sua textura. Os períodos mais críticos, para estas modificações, são durante a gravidez, pós-parto e na menopausa.

As mamas têm atribuições estéticas, sexuais, psicológicas e maternais, assim, qualquer alteração na sua forma e tamanho pode ocasionar graves seqüelas psicológicas. O desejo de modificá-las gera um grande número de consultas aos cirurgiões plásticos.

PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

Os tipos de implantes são: implante de silicone ou prótese de silicone - mais usado na cirurgia plástica por ser inerte ao organismo e, hoje, preenchidos com gel de silicone de alta coesividade (não permite migração do silicone, o que ocorria antigamente com o silicone mais fluido). Implantes salinos expansíveis - preenchidos com solução salina, deixam aspecto menos natural e expandem preferencialmente o pólo inferior da mama.

Classificação dos implantes( próteses de mama) segundo a superfície: lisos - superfície dos primeiros implantes (ocorria muitas vezes a contratura capsular). Rugosos - implantes texturizados e implantes revestidos por poliuretano. Os implantes rugosos são os que têm menores índices de contratura capsular.
Classificação dos implantes segundo a forma: redondos - têm os de perfil alto (maior projeção das mamas) e os de perfil baixo. Anatômicos - apresentam formato de gota, conferindo aspecto mais natural as mamas.

As incisões: areolar - muito freqüente na Europa, realiza-se uma incisão no limite entre a parte inferior da aréola e a pele; a aréola tem que ter um diâmetro grande para utilizar este método. Submamária - muito freqüente no Brasil, é a mais utilizada pelos cirurgiões.
Através de uma incisão de aproximadamente 4 cm no sulco submamário, abaixo da mama, insere-se a prótese. Axilar - através de incisões na axila, embaixo do braço, utiliza-se a videocirurgia. Pode ocorrer alargamento das cicatrizes e alteração na posição dos implantes, acarretando assimetria entre as mamas. Umbilical - através do umbigo, muito pouco utilizada atualmente.   

Locais de colocação do implante: retroglandular - atrás da glândula mamária. Retromuscular - atrás do músculo peitoral maior, utilizado quando a paciente não tem tecido mamário e gordura para cobrir adequadamente a prótese.
Tipos de anestesia que pode ser utilizada para a colocação de prótese mamária: local com sedação, peridural e geral.

PÓS-OPERATÓRIO

Complicações que podem ocorrer após a cirurgia: são raras porém é importante relatá-las, infecção, hematomas, contratura capsular, assimetrias, alteração na sensibilidade das mamas e alterações nas cicatrizes.

RESULTADO

As pessoas que fazem esta cirurgia melhoram a projeção das mamas e o colo (parte medial das mamas), além da auto-estima e suas relações interpessoais.

Fonte: Dr. Marcello Peron Rosa, cirugião plástico - La Clinique Cirurgia Plástica e Medicina Estética.



quinta-feira, 22 de Setembro de 2011

A falsa rinoplastia

Dra Laura Tarouca apresenta queixa crime por calunia e difamaçao em blog "a minha rinoplastia".
Na sequencia das falsas afirmaçoes no blog supra citado sobre uma rinoplastia que nunca foi efectuada pela Dra Laura Tarouca(todas as cirurgias estao documentadas pré e post operatório),foi apresentada queixa crime no DIAP por calunia e difamaçao.A doente "anonima" que assina "Cristina"nunca existiu e a deformaçao descrita para quem a inventou só seria possivel num cirurgiao em inicio de carreira,inexperiente e irresponsável,operando sem tutela(osteotomia central sem as laterais,abertura excessiva do angulo naso labial com rotaçao do septo caudal e cartilagens alares),situaçao mal escolhida,portanto para quem tem 34 anos de prática clinica,mais de 10 000 intervençoes cirurgicas,e experiencia firmada  em Cirurgia Plastica,Estetica e Reconstrutiva-Rinoplastias,Cirurgia Estetica da face,Plastias mamarias de reduçao e aumento,Plastias abdominais,Lipoaspiraçoes.O reconhecimento das suas capacidades pelos colegas e doentes é a principal fonte de envio de outros doentes-é curioso que alguem se lembre de caluniar e difamar de forma tao gratuita uma profissional imaculada no seu profissionalismo e reconhecida pela exigencia e excelencia dos seus resultados.
Nao há "skates" nem "touros" nas minhas rinoplastias,como nao há doentes a chorar durante anos.Tambem nao ha colegas no Hospital de Sta Maria a corrigir rinoplastias que por serem intervençoes do foro estetico nao fazem parte do ambito hospitalar,a nao ser em numero reduzido e por um grupo muito especifico que obviamente nao se lembra e nao tem qualquer registo (porque nao existe!) de nenhuma rinoplastia secundaria que primariamente tenha sido por mim intervencionada.
Em Lisboa no Hospital Cuf Infante Santo ou Clinica de Todos os Santos,no Porto no Instituto Cuf ,aguardarei o resultado das investigaçoes que solicitei,lamentando esta atitude vergonhosa e psicotica.


Laura Tarouca
(post colocado a pedido da autora)

Cirurgia Plástica? de que se trata


A Cirurgia Plástica é uma especialidade médica única no que concerne os seus objectivos e meios, distinguindo-se das restantes especialidades cirúrgicas, pela sua versatilidade e engenho na restituição ao indivíduo doente, a relação morfologia/funcionalidade mais próxima do seu sentido de normalidade. Por vezes é uma tarefa ingrata, na medida em que, na reconstrução de determinado defeito, congénito ou adquirido, não se consegue um equilíbrio harmonioso desses aspectos morfológicos e funcionais, ou até, na apreciação e percepção, do doente, tal não foi conseguido.
Apesar de reconstrução, num sentido lato, ser o denominador comum de todo o procedimento cirúrgico, a Cirurgia Plástica ( do Grego plaissen, significando molde ou forma) é o primado da reconstrução, articulando o conhecimento científico médico com a sensibilidade artística plástica do executante.
A dicotomia Cirurgia Estética/Cirurgia Reconstrutiva, são duas faces da mesma moeda, sendo que não é possível encarar a resolução do defeito estético sem possuir conhecimentos sólidos e prática, dos procedimentos da cirurgia reconstrutiva. Essa é a razão pela qual a Cirurgia Estética só poderá ser executada com toda a confiança e plenitude, pelo Cirurgião Plástico solidamente versado em Cirurgia Reconstrutiva.
No mundo actual, é cada vez mais importante a imagem corporal, determinando e condicionando comportamentos, nem sempre filtrados pela consciência. Uma deformidade sem repercussões funcionais ou estéticas importantes, sendo desse modo julgado pelo senso comum, pode para o paciente, atingir uma magnitude de dimensões inimagináveis.
Estes aspectos são ainda mais pertinentes no paciente com alterações do foro estético, pelo que se exige ao Cirurgião Plástico uma preparação sólida quer do ponto de vista técnico (apreciação e diagnóstico da deformidade estética e seu tratamento) e, muito particularmente, do ponto de vista da compreensão de todos os aspectos psicológicos que estão quase sempre envolvidos nestes casos.